Oi gente, tudo bom?! Bommmm!!

No vídeo de hoje temos a presença ilustre do Rodrigo (Já é risada garantida sim ou óbvio?! Hahahahahaha) dando dicas para os papais de primeira viagem.

Portanto se você é mamãe e está me lendo, arrasta o marido, namorado, futuro pai aqui pro blog, enquanto você prepara a pipoca pra apertar o play. Combinado?!

“Eu achei legal trazer esse assunto da paternidade também; não só falar do meu lado né?! Da maternidade, mãe, experiência… como também o pai ter voz.”

“Tô ficando craque nessa história de ser pai…”

Dica 01: Descanse bastante!! “… não é exagero, não é ruim; é ótimo ser pai, é ótimo ser mãe, só que é bem intenso. Não tem descanso. Quando seu bebê nascer eu só lamento pro seu sono kkkkkkkkkkkkk (leia imaginando a risada do Rodrigo.)

Dica 02: Faça os cursos preparatórios!! “Eu achava uma besteira. Mas é importante. Ele lhe dá todo o embasamento teórico. É lógico que a prática do curso não ajuda muito pois você está fazendo num boneco, e ele não se mexe, mas ajuda muito.”

“Quando eu fui matricular o Rodrigo ele riu. Ah que besteira nã nã nã nã… só que a gente pega uma dica aqui, outra ali, até hoje eu uso a dica da toalha.”

“O curso trouxe uma noção. Mas a prática é diferente. O primeiro banho de Lucca a gente ficou muito ansioso. Coloca o menino; vai perder a temperatura; parecia uma guerra…” 

**por favor, existem momentos que é impossível transcrever; preste bastante atenção nessa parte do vídeo. É lindo a cumplicidade e aprendizado dos dois!! #kinhuorgulhoso

“O que era pra ser um banho calmo, nós dois fomos responsáveis por deixar o negócio tenso.”

“Resumindo, o curso ajudou muito. Ainda ajuda com as informações. Mas a prática é no dia-a-dia; vai ter que ralar muito pra aprender.”

“De 0 a 10 qual nota você daria para o banho?! Zero. Rs. Era pra dar banho sozinho, a gente deu em dois; eu tinha medo de pegar ele no colo…” 

**Por favor, novamente prestem bastante atenção nessa parte do vídeo. É tão verdadeiro a forma como eles falam; é tão lindo eles assumirem seus erros e aprenderem com a evolução. Percebe-se que não é só o Lucca que cresce. Os pais amadurecem muitooooo juntos. É uma relação de entrega de ambas as partes.

“A teoria era: Mantenha a temperatura do quarto, do ambiente X, constante, e dê banho. Só que a gente estava num mês frio. Aí a gente ficava com medo de molhar a cabeça, e o corpo exposto… o que a gente fazia?! A gente enrolava o corpo e dava banho só na cabeça kkkkkkkkkk (risada do Rodrigo) Aí secávamos a cabeça, quando estava zerada, a gente começava no corpo…” 

Dica 03: “Todo vídeo que eu tô aqui, eu tenho que falar de peido e de bosta. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…” 

Quando o bebê nasce ele faz o mecônio (1ª cocô preto e com textura diferente) já no segundo cocôzinho, dá uma clareada por conta do aleitamento materno.

“Meu amigo, quando começou a introdução alimentar, cada alimento é uma catinga diferente. Kkkkkkkkkkkkk… cada frutinha vai gerar uma bosta que você vai ficar em choque. Quando o Lucca caga você não entra nem no quarto. Eu só consigo trocar me enrolando todo…”

Deu pra perceber que o primeiro herói do Lucca é um Ninja né?! Hahahahahahahaha

“A minha vontade era levar ele num lava-jato. Ficar segurando assim de longe…” alguém mais visualizou a cena?! Hahahahahahahaha

A dica é: Não se assuste. É lindo!! É belo!! É tudo!! Mas, né?! Não estou reclamando de nada, só estou dando ênfase na catinga mesmo…”

Logo em seguida Milla relata a respeito do pum; que muita das vezes é pior que o cocô. Hahahahahahaha. No vídeo ela fala da situação que passou no elevador; que é inacreditável um bebezinho tão fofo e lindo soltar uma catinga mais forte que de muitos adultos. Já posso imaginar ela toda sem graça pedindo desculpas para o moço que estava com eles no elevador. Bem que ela poderia estar vlogando né?! Hahahahahaha

Dica 04: Converse entre o casal e sigam a intuição de vocês.

“Sendo bem sincero não escute nem a sua mãe, seu pai, sua avó, ninguém. Escute o médico (pediatra) que está ali, no dia-a-dia, fazendo o acompanhamento diário e a evolução de todas as fases do seu filho…”

Um exemplo muito bonito foi a opção de não darem chupeta ao Lucca; no vídeo eles relatam que ouviram todos os tipos de opiniões possíveis; certo ou errado, eles seguiram a intuição deles. Não foram influenciados por opiniões de terceiros.

“Não existe certo ou errado. Os pais, mesmo de primeira viagem, sempre vão querer o que é melhor para seus filhos. Siga sua intuição que é o caminho certo.”

Dica 05: A mais importante!! Passe um tempo com o seu filho!!

“A mãe, ela passa muito tempo com o filho. Cria um vínculo (o peito) que no dia-a-dia é natural. Agora o pai precisa muito do QUERER dele; porque o pai que se ausenta, ele não vai ter esse vínculo com o filho tão forte. Eu tenho o privilégio de hoje trabalhar em casa, estou muito próximo a Lucca, e mesmo assim a gente percebe que o vínculo dele com a Camilla é muito maior; e eu estou muito tempo com ele; brincando, participando… Então eu fiquei imaginando se eu estivesse trabalhando fora; a distância que seria… o que eu quero dizer é que muita gente não tem esse privilégio de trabalhar em casa; mas sim, tem como se programar; eu falo isso não só pra ajudar a esposa, também, ela precisa descansar; porque querendo ou não é a pessoa que mais se desgasta com tudo isso. Mas que também tem como você criar seu próprio vínculo com o seu filho…”

Preciso dizer mais nada né?!

Que orgulho que eu tenho dos pais que se tornaram; que orgulho que eu tenho da família lindaaaaaa que vocês construíram; que orgulho que eu tenho de tê-los como amigos!!

“Você imagina sua vida sem o cocô, sem ele, sem as dicas anteriores?! Não!! É o que eu digo, as dicas anteriores são importantes. Mas essa ultima é a principal. Aqui eu falo rindo, brincando a respeito do cocô que fede; mas eu trocaria meu filho 10 milhões de vezes. O que é um cocô perto de tudo?! Não é nada!!”

Se isso não é amor, o que mais pode ser?!

Vou antecipar minha despedida, deixando um beijão =* do Kinhu e uma aspa pra reflexão:

“Eu não imagino minha vida sem ele. Não consigo imaginar como eu vivi 10 anos de casado com a Camilla sem ter um filho. É uma transformação!! ❤️”

Dicas extras:
– Dê um apoio maior a sua esposa. Principalmente na fase do puerpério. (Veja o vídeo no canal.)
– Faça a sua parte. Puxe algumas obrigações pra você e entenda a necessidade inicial da mãe com o filho.
– Tenha paciência. Entenda que apesar de todas as mudanças, você tem o seu lugar e o seu espaço.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Sobre a Autora

Avatar

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar

    que dicas sinceras e valiosas, amei e estou anotando tudo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode utilizer marcadores HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Secured By miniOrange
Close